19 junho, 2019

4 impactos da robótica no dia a dia do aluno Expoente




Aulas mais dinâmicas e multidisciplinaridade fazem da Robótica Expoente uma febre entre os estudantes


É fato que o avanço da tecnologia e a robotização das coisas impactam em diferentes setores da sociedade. Criam novas profissões, mudam a forma como nos relacionamos e, em especial, a interação de crianças e adolescentes com o mundo. Em uma realidade em que é preciso aprender a conviver com robôs, a robótica educacional se torna fundamental. Uma atividade que toda escola precisa ter e que potencializa a inteligência cognitiva e capacidade de aprender. E sua escola já oferece essa possibilidade aos alunos?

O que é robótica educacional?

É fato que, desde sempre, o uso da tecnologia atrai a atenção de grande parte das crianças. Em 1960, o matemático Seymour Papert, do Instituto de Tecnologia de Massachussets (MIT) indicou o uso de computadores nas escolas para potencializar a aprendizagem e a criatividade dos alunos.
Nos anos seguintes, desenvolveu o construcionismo: teoria em que o aluno constrói o conhecimento por meio de descobertas e da realização de ações concretas. Na década de 1980, criou um robô que permitia que as crianças desenhassem diferentes formas geométricas por meio do computador. Foi assim que deu início à robótica educacional. Um projeto que transforma a forma de aprender em algo mais divertido para os alunos.
Na aula de robótica educacional, as crianças podem aprender, refletir e testar novas ideias ao fazer seus próprios experimentos como robôs ou aplicativos. Também podem aprender sobre automação, informática, programação, mecânica, cinemática, hidráulica e inteligência artificial.

Como a robótica educacional é trabalhada no Colégio Expoente?


Para que os alunos possam construir o conhecimento de modo contínuo, motivador e contextualizado, unimos a teoria à prática. Para isso, contamos com laboratórios de robótica educacional.
Em nossos laboratórios, os alunos aprendem robótica de maneira interativa, divertida, interdisciplinar e ainda desenvolver importantes habilidades cognitivas.
As aulas vão muito além do ensino de programação e da linguagem técnica dos robôs. Elas, preparam as crianças e os adolescentes para responder da melhor forma aos desafios do futuro.

Quais os principais impactos da robótica no dia a dia do aluno Expoente?
A robótica educacional Expoente é desenvolvida e aprimorada há mais de 15 anos. Um sucesso que não se restringe apenas às unidades de ensino Água Verde e Boa Vista, mas a escolas conveniadas de todo o Brasil.

Os principais benefícios desses projetos no dia a dia do aluno Expoente são:
1. Os alunos têm acesso aos princípios da ciências e da tecnologia
Quando aprendem robótica e programação, as crianças e adolescentes podem melhorar o aprendizado de matérias como ciências, física e matemática.
Nas aulas, são desafiados a criar ações para serem cumpridas pelo computador, além de construir e testar seus próprios protótipos. Assim, conseguem melhorar o desempenho escolar ao relacionar a teoria à prática e também estimular o raciocínio lógico.

2. Podem aprender sobre a importância de reciclar materiais no cotidiano
Para construir seus experimentos de robótica educacional, os alunos podem usar sucatas como materiais recicláveis. Uma forma de aplicar a criatividade para elaborar construções como foguetes e submarinos, além de aprender a importância da reciclagem.
Thiago, aluno do 7º ano do Ensino Fundamental - Anos Finais, conta que vê a robótica como uma outra matéria. “Ensina a programar e a saber de muitas coisas novas, além de ensinar a reutilizar materiais que podem ser jogados fora em uma maquete”, aponta o estudante.

3. Desenvolvem habilidades fundamentais para o futuro
O ensino da robótica educacional no ensino fundamental também colabora para o desenvolvimento das habilidades do século 21. Estimula o desenvolvimento psicomotor, o pensamento crítico e o raciocínio lógico, desperta a criatividade para a resolução de problemas da vida real e incentiva o trabalho em equipe.
Para Felipe Rafael, estudante do 9º ano do Ensino Fundamental - Anos Finais, o aprendizado é constante. “Eu gosto bastante de participar dos projetos de robótica porque passam muitos ensinamentos e você aprende bastante, principalmente com a parte de programação e utiliza-se também muito o trabalho em equipe”.

4. Torna a aprendizagem mais motivadora
Com a experimentação, construção, reconstrução, observação e análise a aprendizagem se torna mais efetiva. A cada novo desafio o aluno se sente motivado a continuar e a se superar ao solucionar problemas. Thiago, aluno também do 9º ano, considera a preparação para o mercado de trabalho do futuro como o principal benefício do aprendizado de robótica. “A gente aprende várias coisas e acho que o mais importante é programação, porque assim a gente aprende coisas básicas que em um futuro próximo a gente pode entrar em uma profissão já sabendo alguma coisa”.

Postar um comentário

Whatsapp Button works on Mobile Device only

Digite o que procura e pressione Enter para pesquisar