05 setembro, 2017

Colégio Expoente ganha concurso nacional do Google for education

Com um trabalho desenvolvido sobre deficientes visuais, a educadora Lisandre Paraná do Colégio Expoente vence Concurso de Boas Práticas do Google



A professora Lisandre Beatriz Galvão Paraná do Colégio Expoente (Unidade Boa Vista) recebeu o prêmio de primeiro lugar no Concurso de Boas Práticas do Google for Education. O concurso recebeu mais de 70 projetos inscritos, destes 7 projetos foram finalistas no Brasil todo. O evento de premiação foi realizado pela Nuvem Mestra na última terça-feira (29), em São Paulo (SP).

O concurso tem como público-alvo professores brasileiros que criaram projetos utilizando as ferramentas disponíveis na plataforma do Google for education, já utilizada por mais de 70 milhões de pessoas pelo mundo. “Ao saber que estava entre os finalistas, fiquei muito emocionada e feliz. Receber o prêmio de 1º lugar foi uma grata surpresa. Se já nem imaginava estar entre os finalistas, 
quem diria ser a primeira colocada!!!”, orgulha-se Lisandre.


Projeto: “Enxergando o mundo com as mãos”


O projeto vencedor tem como tema as pessoas portadoras de necessidades especiais, mais especificamente as com deficiência visual. “Queria que os alunos percebessem as dificuldades encontradas por estas pessoas em seu dia a dia e descobrissem formas de ajudá-las”, explica a educadora.

Outro objetivo foi o de diminuir o preconceito e possibilitar a real inclusão social. “Como produto final do projeto, para democratizar o acesso à leitura, os alunos estão gravando livros escolhidos por eles e que serão doados à uma instituição que atenda crianças portadoras de deficiência visual”, afirma Lisandre.

Segundo a professora, o concurso mostrou-se ser uma excelente maneira de valorizar os trabalhos que são realizados na rotina escolar, principalmente, com a facilidade que as ferramentas do Google for Education. “Durante o projeto realizamos diferentes atividades. Visita ao departamento de cegos da Biblioteca Pública do Paraná, pesquisas sobre deficiência visual, cães-guia, instituições que os atendam em Curitiba e locais adaptados. Os alunos também viveram experiências sensoriais com os olhos vendados, entrevistaram uma pessoa portadora de deficiência visual, e por fim, produziram textos e desenhos relacionados às atividades”, conta Lisandre.



Um projeto que está em sintonia com a missão do Colégio Expoente, que possui como premissa a valorização do ser humano em suas diferentes maneiras e potencializando o aprendizado a partir da tecnologia dessa parceria com o Google for Education. “A sensação de ter desenvolvido um projeto com tanta repercussão é muito gostosa, principalmente, por ser um projeto que aborda um tema tão importante como este”, finaliza Lisandre.

Primeira parceira do Google



O Colégio Expoente faz parte da holding: Grupo Expoente, um dos maiores grupos educacionais do país, que possui as Soluções Educacionais Expoente, o primeiro sistema de ensino que fez parceria com o Google for education há 2 anos. “Vocês estão muitos passos à frente no Brasil. O Expoente tem uma solução educacional muito robusta. No projeto também utilizam a filosofia do Google: colaboração, não ter a restrição de paredes, a grande acessibilidade em diferentes aparelhos, fácil e simples de usar e promover um engajamento muito forte dos alunos, pais e professores”, disse Raul Ishikawa, da Nuvem Mestra, empresa habilitada pelo Google que promoveu o concurso.

Um comentário:

Whatsapp Button works on Mobile Device only

Digite o que procura e pressione Enter para pesquisar